terça-feira, 30 de agosto de 2011

A verdade é :



quando você está mal, somente as pessoas que realmente se importam irão perceber. 

Eu volto a dezembro




Estou feliz por você ter arrumado tempo para me ver
Como vai a vida? Me diga, como vai a sua família?
Faz tempo que não os vejo
Você está bem, mais ocupado do que nunca
Nós jogamos conversa fora, trabalhamos do lado de fora
Você está na defensiva, e eu sei por quê
Pois da última vez que você me viu
Ainda traz uma lembrança que te incomoda
Você me deu rosas e eu as deixei lá, morrendo

Então aqui estou eu engolindo o meu orgulho
Parada na sua frente dizendo
Que sinto muito por aquela noite
E eu volto a dezembro o tempo todo
Acontece que a liberdade não é nada além de saudades suas
Eu queria ter percebido o que eu tinha quando você era meu
E eu volto a dezembro, dou meia volta
E deixo tudo bem
Eu volto a dezembro o tempo todo

Eu não tenho dormido bem esses dias
Fico acordada lembrando de como eu fui embora
Quando o seu aniversário chegou
E eu não te liguei, eu pensei no verão
E todas as lindas vezes
Que eu vi você rindo do lado do passageiro
E eu percebi que eu te amava no outono
E então veio o frio
Com os dias escuros quando o medo invadiu a minha mente
Você me deu todo o seu amor
E tudo que eu te dei foi um adeus

Então aqui estou eu engolindo o meu orgulho
Parada na sua frente dizendo
Que sinto muito por aquela noite
E eu volto a dezembro o tempo todo
Acontece que a liberdade não é nada além de saudades suas
Eu queria ter percebido o que eu tinha quando você era meu
E eu volto a dezembro, dou meia volta
E mudo de opinião
Eu volto a dezembro o tempo todo

Eu sinto falta da sua pele bronzeada, do seu doce sorriso
Tão bom para mim, tão certo
E como você me segurou em seus braços
Naquela noite de setembro
A primeira vez que você me viu chorar
Talvez isso seja apenas uma doce ilusão
Provavelmente um devaneio sem motivo
Se nos amássemos de novo, eu juro que te amaria direito
Eu voltaria no tempo e mudaria tudo, mas não posso fazer isso
Então se a sua porta está trancada, eu entendo

Mas aqui estou eu engolindo o meu orgulho
Parada na sua frente dizendo
Que sinto muito por aquela noite
E eu volto a dezembro
Acontece que a liberdade não é nada além de saudades suas
Eu queria ter percebido o que eu tinha quando você era meu
E eu volto a dezembro, dou meia volta
E deixo tudo bem
E eu volto a dezembro, dou meia volta
E mudo de opinião
Eu volto a dezembro o tempo todo



O tempo todo


Back To DecemberTaylor Swift

terça-feira, 9 de agosto de 2011

Existe uma grande diferença em ser fragil e ser idiota

Garoto de 17 anos com o amigo: 


Peguei aquela gostosa da sala do lado, mas beijava mais ou menos. Praticamente tive que ensiná-la a beijar, sabe como que é né. (Esnobando)

Garoto de 5 anos com o amigo: 


Ela me beijou na boca, eu gosto dela e ela é linda. (O mais feliz do mundo)

Alguns garotos nunca deveriam perder a inocência do romantismo, talvez assim existiriam mais sorrisos do que corações partidos.



Ela: Estou muito chateada com você.
Ele: O que foi que eu fiz?
Ela: Prometeu que não me esconderia nada, e escondeu.
Ele: O que eu escondi?
Ela: Seus poderes sobrenaturais.
Ele: Que tipo de poderes? (risos)
Ela: Esses de fazer com que eu me sinta segura só em falar com você. De entrar nos meus pensamentos e não sair nunca mais. E de fazer meu coração disparar assim, do nada.

Stephani Ignatti

: )


NADA COMO O TEMPO

Com o tempo, você vai percebendo que para ser feliz com uma outra pessoa, você
precisa, em primeiro lugar, não precisar dela.
 
Percebe também que aquele alguém que você ama (ou acha que ama) e que não quer
nada com você, definitivamente não é o "alguém" da sua vida.
 
Você aprende a gostar de você, a cuidar de você e, principalmente, a gostar de
quem também gosta de você.
 
O segredo é não correr atrás das borboletas... é cuidar do jardim para que elas
venham até você.
 
No final das contas, você vai achar não quem você estava procurando, mas quem
estava procurando por você!